quinta-feira, 31 de março de 2011

Se não quiser adoecer


=======================
Vale a pena também rever:

Evite ser traído
Opinião de um homem sobre o corpo feminino
Sem fim nem começo
Crônica de um país anestesiado

segunda-feira, 21 de março de 2011

domingo, 20 de março de 2011

segunda-feira, 14 de março de 2011

Depende da sua maneira de ver as coisas

Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. Minha função é escolher que tipo de dia vou ter hoje.



Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a rua.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.

Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria posso ser grato por ter nascido.


Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.

Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus por ter um teto que abrigue minha família e meus pertences.

Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade fazer novas amizades.
Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim.

(autor desconhecido)
=================================
Relembre também:
Feliz Natal e Excelente ano novo Du Robs
Ninguém é insubstituivel?
Felicidade

sexta-feira, 11 de março de 2011

Fabuloso de volta!!!!!

Melhor notícia do dia para os tricolores!!! Seja bem vindo de volta Luis Fabiano!!

O bom filho à casa torna. Depois de cinco temporadas na Europa, Luis Fabiano está de volta ao São Paulo. O clube do Morumbi desembolsou € 7,6 milhões (R$ 19,9 milhões) para adquirir 100% dos direitos federativos do atleta, que será oficialmente apresentado no próximo dia 30. Esse valor será pago em quatro parcelas anuais. Antes disso, no entanto, ele virá para o Reffis do CT da Barra Funda para se tratar da séria lesão muscular que sofreu na última semana. Para que o negócio pudesse ser concretizado, Luis Fabiano abriu mão de € 4,5 milhões: € 2,5 milhões que ele teria direito a receber até o final do seu contrato entre salários e premiações e € 2 milhões como porcentagem da negociação.


- Dinheiro nāo é tudo na vida. Nada paga a felicidade que sinto por voltar a vestir a camisa do meu time de coração. Devo tudo que tenho ao São Paulo, tenham certeza que suarei muito essa camisa e irei fazer muitos gols. Faz tempo que fico me imaginando saindo do túnel do Morumbi para entrar em campo olhando nossa torcida maravilhosa - afirmou o jogador, em entrevista ao site oficial do clube do Morumbi.
O negócio foi fechado na tarde desta sexta-feira, em reunião realizada na Espanha que contou com a presença do diretor de marketing, Adalberto Baptista, o presidente do Sevilla, Jose Maria del Nido, o diretor de futebol do clube espanhol, Ramón Rodríguez Verdejo, e o próprio Luis Fabiano. Ainda na Espanha, o jogador já assinou o vínculo de quatro anos com o clube do Morumbi.



O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, que ficou em São Paulo por causa da reunião do Clube dos Treze, também não escondeu a alegria com a contratação do Fabuloso. O clube abriu negociação com o Sevilla em dezembro e sofreu com a concorrência de equipes da Europa que queriam o atacante. O desejo de Luis Fabiano em voltar ao Brasil e ao Tricolor ajudou bastante.
- É a concretização de um sonho e um presente para toda a coletividade são-paulina. O Luis Fabiano tem a alma tricolor e acrescentará ao nosso time a qualidade, alegria, irreverência e espírito de luta que sempre o caracterizaram. Ele é um jogador que está no auge de sua forma física e desportiva, tendo inclusive atuando como titular na última Copa do Mundo, e teve propostas efetivas de clubes da Itália, Inglaterra, Portugal e da própria Espanha, lembrou o dirigente.



Luis Fabiano foi contratado pelo São Paulo primeiramente por empréstimo, quando atuava no Rennes (FRA), em 2001. Sua estreia pela equipe ocorreu no dia 18 de fevereiro daquele ano, quando, o Tricolor, jogando no estádio do Morumbi, perdeu para o São Caetano por 2 a 0. Dez dias depois, ele sentiu o gostinho de marcar o primeiro gol por sua nova equipe. Foi em um duelo contra o Botafogo, no estádio do Maracanã, na primeira decisão do torneio Rio-São Paulo. Ele marcou dois dos quatro gols da goleada são-paulina por 4 a 1. Logo, ele caiu nas graças da torcida e, um depois, foi contratado em definitivo pelo clube do Morumbi.
Passaram-se então mais duas temporadas e Luis Fabiano seguiu como principal atacante da equipe. Nessa passagem, no entanto, ele não conquistou nenhum título pelo Tricolor. Em 2002, o time voava no Campeonato Brasileiro, mas acabou eliminado pelo Santos. No ano seguinte, Fabuloso viu o Corinthians ser campeão paulista, com direito a uma vitória por 3 a 2 na decisão. Em 2004, logo após a equipe ser eliminada da Taça Libertadores da América pelo Once Caldas (COL), Luis Fabuloso foi apontado pela torcida como um dos culpados e, sem clima, foi negociado com o Porto por US$ 5 milhões (R$ 10 milhões).
Seus números na equipe do Morumbi impressionam. Em 160 partidas disputadas, ele marcou 118 gols, o que dá uma média de 0,73 gol por jogo, a segunda melhor da história do clube, atrás apenas de Friedenreich, que tem a média de 0,83 (106 gols em 127 partidas). Na tabela geral de artilheiros, ele é o 12º colocado. Agora, com quatro anos de contrato pela frente, Fabuloso tem tudo para subir bastante nessa tabela e se tornar um dos maios goleadores da história do Tricolor.

Fonte: Site globoEsporte.com

=================================

Reveja também:

São Paulo Hexa - papéis de parede
A mágica seleção de 82!
O melhor da copa de 2010

terça-feira, 1 de março de 2011

Mmm Mmm Mmm Mmm - Crash Test Dummies (Leg. PT/BR)

Que disse que eu sou só fanático "oitentista?" E os anos 90 hein?! Que beleza, cada obra de arte, como essa abaixo, relembre comigo:


Dar

Se você quer alguma coisa, dê-a! Não parece um despropósito? É mais fácil conseguir o que se quer abrindo mão de parte do que já se tem. Quando um agricultor quer mais sementes, pegas as que têm e as entrega à terra. Quando você que um sorriso, oferece o seu. Quando quer afeto, dá afeto. Quando ajuda as pessoas, elas o ajudam. E quando quer um beijo na boca? Beija a boca de alguém. E se quiser que as pessoas lhe dêem dinheiro? Dê um pouco do seu. Pense nisso. Se a fixação, o apego excessivo, impede o fluxo de coisas boas para a sua vida, talvez a atitude oposta seja o desprendimento: o de entregarmos uma coisa que valorizamos muito. O que você dá tende a voltar a suas mãos...


Quantas vezes a gente ouve esse tipo de história... “um velho miserável e pão-duro, que praticamente passava fome, morreu com um milhão de dólares debaixo do colchão?”. Aí vem a pergunta: “Se é preciso dar para receber, o que aconteceu neste caso?”

Aí eu respondo: seu saldo bancário não é a medida de sua abundância. Abundância é aquilo que circula em sua vida. A prosperidade é um fluxo: dar e receber. Se você tem uma fortuna depositada na Suíça e não a usa, esse dinheiro não o está enriquecendo. Tecnicamente é seu, mas na realidade você não “recebe” nada dele. Esse dinheiro não o torna abundante e podia muito bem pertencer a outra pessoa. Portanto, o princípio de dar e receber continua valendo mesmo assim.

Em poucas palavras: o macete consiste em dar sem querer nada em troca. Se você espera um retorno, está fixado no resultado – e quando nos fixamos no que quer que seja, pouca coisa acontece. E não devemos gozar das nossas posses pessoais? Claro que sim! Basta Ter certeza de que é você que as possui, e não elas a você.


(texto de Andrew Matthews, do livro “Siga seu coração”)